Brasil terá 26 atletas na II Copa Sul-Americana de Tiro Esportivo, no Rio de Janeiro


Dez atletas da Seleção Brasileira e 16 atletas de clubes de tiro esportivo se enfrentarão na II Copa Sul-Americana de Tiro Esportivo, de 2 a 6 de setembro, no Centro Militar de Tiro Esportivo (CMTE) - Complexo de Deodoro, no Rio de Janeiro. O evento, organizado pela Confederação Brasileira de Tiro Esportivo (CBTE), receberá pela primeira vez provas do programa paralímpico e contará ainda com atiradores da Colômbia.

A competição valerá pontos para obtenção do índice mínimo para ir ao Campeonato Mundial da modalidade, em maio do ano que vem, em Cheongju, na Coreia do Sul. Embora a performance na Copa Sul-Americana não garanta a vaga no evento, os critérios utilizados pelo Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) na escolha dos atletas que fazem parte da Seleção no Rio são os mesmos adotados pelo Comitê Paralímpico Internacional (IPC, em inglês) para o Mundial.

(A Sul-Americana é um preparatório para o Mundial, uma das competições mais importantes que temos antes dos Jogos Paralímpicos e vale vaga para Tóquio 2020. Depois dela, temos as Copas do Mundo e o Parapan-Americano de Lima, no Peru, em 2019), disse James Walter, técnico da Seleção Brasileira.

O palco do evento, aberto apenas para convidados, será o mesmo utilizado no Rio 2016, no Complexo de Deodoro, e a competição contará com a presença de três atletas que participaram da edição brasileira dos Jogos Paralímpicos: Geraldo Rosenthal, Carlos Garletti e Alexandre Galgani.

Data de Publicação: 28/08/2017

Fonte: Comitê Paralímpico Brasileiro