Conselho Técnico do CPB se reúne pela primeira vez no CT Paralímpico


O recém-formado Conselho Técnico do Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) se reuniu pela primeira vez nesta segunda e terça-feira, 16 e 17, no Centro de Treinamento Paralímpico, em São Paulo. O conselho consultivo, formado com os profissionais técnicos das entidades filiadas ao CPB, tomou posse e discutiu os primeiros temas no início desta semana.

O Conselho Técnico tem por finalidade discutir e propor ações de fomento e o desenvolvimento do esporte paralímpico brasileiro em todas as suas modalidades e vertentes, desde a detecção de novos talentos, iniciação esportiva e esportes de alto rendimento.

"A ideia do Conselho Técnico foi do presidente Mizael Conrado e vale para estreiar as relações com as confederações e modalidades para que a gente possa analisar, discutir um planejamento unificado. Queríamos ter um desenvolvimento harmônico para todo o esporte paralímpico. Não é interessante o Comitê se desenvolver e as federações não acompanharem", disse Alberto Martins, diretor técnico do CPB.

Ao todo, 26 integrantes formam o conselho - que conta com a presença de diretores/coordenadores técnicos das modalidades paralímpicas, além de membros das áreas que compõem a diretoria técnica do próprio CPB.

"É uma iniciativa bastante interessante, uma vez que você encontra pessoas com realidades diferentes, em outras confederações. O intercâmbio de informações que nós tivemos nestes dias pode ajudar bastante no desenvolvimento do paradesporto como um todo. Poderemos planejar, analisar calendário do Centro de Treinamento. O Conselho Técnico somará bastante para a realização sobretudo de atividades fim, que é o nosso objetivo maior", disse o coordenador-técnico da paracanoagem, Leonardo Maiola.

Temas como a utilização do CT Paralímpico, o calendário da próxima temporada e o planejamento estratégico do CPB foram colocados em pauta neste primeiro momento. Os projetos, programas e missões do CPB também foram apresentados aos membros do Conselho Técnico.

Assessoria de Comunicação do Comitê Paralímpico Brasileiro (imp@cpb.org.br)

Data de Publicação: 19/10/2017

Fonte: Comitê Paralímpico Brasileiro