Brasil disputa Copa do Mundo de Tiro Esportivo, na França, a partir desta terça, 25


A Seleção Brasileira de Tiro Esportivo está em Chateauroux, na França, para disputar a Copa do Mundo da modalidade que acontece a partir desta terça-feira, 25, e segue até domingo, 30. Ao todo, participam da competição 232 atletas de 43 países, número recorde de inscrições em uma edição de Copa do Mundo, segundo o Comitê Paralímpico Internacional (IPC, sigla em inglês). 



Seis atletas representam o Brasil: Alexandre Galgani, Beatriz Cunha, Bruno Stov, Eloisa Miranda, Geraldo Rosenthal e Ricardo Augusto. 



As disputas acontecem no Centro Nacional de Tiro da França, que foi inaugurado este ano. 



Nesta etapa da Copa do Mundo de Tiro Esportivo, 17 vagas para os Jogos Paralímpicos Tóquio 2020 são ofertadas. Nas provas individuais, apenas um atleta poderá pleitear a vaga, aquele com o melhor resultado e que não esteja garantido para os Jogos. Nas provas por equipe, estão disponíveis uma vaga no feminino e uma no masculino, e uma para gênero livre. Vale destacar que o Brasil ainda não possui vaga garantida em Tóquio. 



Geraldo competirá nas provas de pistola (P1, P3, P4 e P5), Bruno fará o rifle (R4, R5), Alexandre Galgani (R4, R5 e R9) e Ricardo disputará a pistola (P1 e P5). As mulheres disputarão as provas de pistola, Beatriz na P2 e Eloisa na P2, P3 e P5.



Nesta temporada, os brasileiros ainda disputarão o Open de Tiro, na Colômbia, em novembro. Esta competição valerá vaga para os Jogos Parapan-Americanos de Lima 2019. O Brasil já possui dois atletas garantidos no principal evento das Américas: Alexandre Galgani e Geraldo Rosenthal. 



Assessoria de Comunicação do Comitê Paralímpico Brasileiro (imp@cpb.org.br)


Data de Publicação: 25/09/2018

Fonte: Comitê Paralímpico Brasileiro