Gaúcho completa 10 anos de invencibilidade no Brasileiro de Esgrima


almente as competições de ambas as modalidades. 



Gaúcho de Barros Casal, Jovane Guissone, 35, compete no Circuito Loterias Caixa desde 2009, apenas cinco anos após perder o movimento das pernas ao ser baleado durante um assalto em Porto Alegre, Rio Grande do Sul. Ele conhecera em 2008, por intermédio de um amigo.



Dedicou-se à espada e ao florete e desenvolveu seu próprio estilo. Faturou todas as competições nacionais que disputou individualmente desde então. Só incorporou o sabre ao seu jogo há pouco mais de quatro anos, mas não é sua especialidade.



As medalhas conquistadas nas competições deram-lhe experiência suficiente para entrar para a história do Movimento Paralímpico Brasileiro em 2012. Foi nos Jogos de Londres 2012 que Guissone tornou-se o primeiro atleta do Brasil a subir a um pódio seja olímpico ou paralímpico desta modalidade. Com uma eletrizante vitória sobre Chik Sum Tam, de Hong Kong, ele conquistou a medalha de ouro na espada B.



Quatro anos mais tarde, no Rio 2016, foi eliminado nas quartas de final. Porém, manteve-se invicto no cenário nacional.



No Campeonato Brasileiro Loterias Caixa deste fim de semana, no CT Paralímpico, representando a ADFP, do Paraná, foi o campeão na espada B na manhã da sexta-feira, 12, ao derrotar Vanderson Chaves, por 7 a 0. Já neste sábado, venceu os seis combates na poule (fase de grupos), pela semifinal derrotou Edgar Rassan por 15 a 4. Na decisão do ouro, Jovane venceu Vanderson Chaves por 5 a 3.



“Completo em 2019 dez anos vencendo todas as competições que disputei aqui no Brasil, mas o que eu digo sempre e faço questão de reforçar cada vez que vou à pista: nunca subestimar o adversário. Nunca mesmo, porque estão todos tentando fazer o melhor, e em algumas oportunidades, lá atrás, que pensei em menosprezar um rival, tive mais dificuldades do que esperava”, relatou Jovane Guissone, após o triunfo da manhã deste sábado, no CT Paralímpico.



Os anos de invencibilidade não trouxeram ao gaúcho comodismo ou estagnação. Muito pelo contrário. Cada competição ele utiliza como oportunidades de alto nível para colocar em prática o que pretende adotar nos eventos internacionais. “Uma etapa nacional vale tanto como uma internacional para mim. Porque o nível está tão alto que todo evento é importante”, explicou o esgrimista, que comporá a Seleção Brasileira na etapa de Tibilisi, na Geórgia, da Copa do Mundo da modalidade, em novembro. Guissone chega à competição com dois ouros na Regional das Américas, realizado em Saskatoon, no Canadá, em setembro, e líder do ranking mundial da espada B.



Imprensa

Os profissionais de imprensa interessados em cobrir o Campeonato Brasileiro de Esgrima em Cadeira de Rodas e Halterofilismo não precisam de credenciamento prévio. Bastará dirigir-se à sala de imprensa para identificação.



Patrocínios

O Campeonato Brasileiro de Esgrima em CR e Halterofilismo tem patrocínio das Loterias Caixa.



Serviço

Data: 12, 13 e 14 de outubro

Cidade: São Paulo (SP)

Local: CT Paralímpico Brasileiro, em São Paulo - Rodovia dos Imigrantes, km 11,5 (ao lado do São Paulo Expo)



Programação* 

Campeonato Brasileiro Loterias Caixa de Esgrima em Cadeira de Rodas


Sexta-Feira (12) - 13h30 às 19h30

Sábado (13) - 8h às 12h30 e 13h30 às 19h

Domingo (14) - 8h às 12h

*Programação sujeita a alterações



Assessoria de Comunicação do Comitê Paralímpico Brasileiro (imp@cpb.org.br)


Data de Publicação: 14/10/2018

Fonte: Comitê Paralímpico Brasileiro