Últimos mesa-tenistas são convocados para o Parapan-Americano de Lima 2019


A comissão técnica da Seleção Brasileira de tênis de mesa confirmou nesta sexta-feira, 14 a lista com os quatro últimos convocados para os Jogos Parapan-Americanos de Lima 2019, no Peru. Os atletas se juntam aos sete pré-classificados e os 23 que conquistaram vaga na seletiva, realizada no Centro de Treinamento Paralímpico, em São Paulo.



Foram convocados os experientes David Freitas e Thais Severo, ambos da classe 3, que já disputaram outras edições do Parapan-Americano; Eziquiel Babes, vice-campeão em Toronto 2015, na classe 4; e, a estreante Lethícia Lacerda, na classe 8-10 feminina, que conquistou dois ouros no Parapan de Jovens em 2017.



As quatro inclusões feitas pela comissão técnica da Seleção já eram previstas na composição das vagas. Sete atletas conquistaram a classificação antecipadamente: Cátia Oliveira (classe 2), vice-campeã mundial na Eslovênia; Francisco Wellington (classe 8), Claudio Massad (classe 10), Conrado Contessi (classe 1) e Ecildo Lopes (classe 4), os maiores pontuadores do ranking nacional adulto, em 2018; e, Millena França (classe 7) e Lucas Carvalho (classe 9), os dois maiores pontuadores no ranking nacional Sub-18 na temporada.



No início da semana, em São Paulo, foi realizada uma seletiva, para definir mais 23 nomes. Thais Severo, por exemplo, era favorita para a conquista da vaga na classe 3, mas acabou perdendo a partida decisiva para Marliane Santos, que jamais tinha vencido a adversária.



Conheça os 34 nomes irão defender o Brasil na competição em Lima:



– Classe 2 Feminino – Cátia Oliveira (vice-campeã mundial na Eslovênia) e Carla Azevedo (Seletiva)



– Classe 3 Feminino – Marliane Santos (Seletiva) e Thais Severo (critério técnico)



– Classe 4 Feminino – Joyce Quinzote (Seletiva)



– Classe 5 Feminino – Maria Luiza Passos (Seletiva)



– Classe 6-7 Feminino – Millena França (pontuação pelo ranking nacional Sub-23) e Aline Ferreira (Seletiva)



– Classe 8-10 Feminino – Danielle Rauen, Jennyfer Parinos (Seletiva) e Lethícia Lacerda (critério técnico)



– Classe 11 Feminino – Ana Paula Cordeiro (Seletiva) 



– Classe 1 Masculino – Conrado Contessi (pontuação pelo ranking nacional) e Aloísio Lima (Seletiva)



– Classe 2 Masculino – Iranildo Espíndola e Guilherme Costa (Seletiva)



– Classe 3 Masculino – Welder Knaf (Seletiva) e David Freitas (critério técnico)



– Classe 4 Masculino – Ecildo Lopes (pontuação pelo ranking nacional), Alexandre Ank (Seletiva) e Eziquiel Babes (critério técnico).



– Classe 5 Masculino – Claudiomiro Segatto (Seletiva)



– Classe 6 Masculino – Goutier Rodrigues (Seletiva)



– Classe 7 Masculino – Paulo Salmin e Israel Stroh (Seletiva)



– Classe 8 Masculino – Luiz Filipe Manara (Seletiva) e Francisco Wellington (pontuação pelo ranking nacional)



– Classe 9 Masculino – Lucas Carvalho (pontuação pelo ranking nacional Sub-23), Guilherme Ifanger e Ramon Colombo (Seletiva)



– Classe 10 Masculino – Claudio Massad (pontuação pelo ranking nacional), Carlos Carbinatti e Diego Moreira (Seletiva)



– Classe 11 Masculino – Lucas Hansen (Seletiva)



*Com informações da Confederação Brasileira de Tênis de Mesa (CBTM)



Assessoria de Comunicação do Comitê Paralímpico Brasileiro (imp@cpb.org.br)


Data de Publicação: 18/12/2018

Fonte: Comitê Paralímpico Brasileiro