Deficientes auditivos poderão realizar nova Prova do ENEN


Deficientes auditivos que realizaram o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em 2013 poderão realizar uma nova prova, determinou o Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) nesta quarta-feira (7).

A decisão veio após a Federação Nacional de Educação e Integração dos Surdos (Feneis) receber reclamações sobre a dificuldade de fazer o exame. De acordo com os participantes, os intérpretes que estiveram na prova não foram capazes de traduzi-la de forma integral, dificultando a compreensão da mesma.

A Feneis entrou com ação contra o Inep na Justiça do Paraná por crer que os estudantes foram lesados. O órgão, por sua vez, entrou com recurso alegando que a realização de uma nova prova feriria o direito de igualdade das provas. O recurso, no entanto, foi negado e o Ministério Público Federal (MPF) recomendou que os exames sejam aplicados novamente aos alunos prejudicados por meio de recursos visuais. O Inep ainda pode recorrer da decisão.

Data de Publicação: 09/06/2017

Fonte: Universia Brasil