Jogos Paralímpicos Universitários são abertos por governador Geraldo Alckmin em São Paulo


Foram abertos nesta quinta-feira, 27, em São Paulo, os Jogos Paralímpicos Universitários 2017. A cerimônia foi realizada no Centro de Treinamento Paralímpico e teve a participação de membros da diretoria do Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB), do presidente da Confederação Brasileira do Desporto Universitário (CBDU), Luciano Cabral, representantes da prefeitura de São Paulo, da secretária dos Direitos das Pessoas com Deficiência do Estado de São Paulo, Linamara Rizzo Battistella, e do governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, que foi o responsável por abrir oficialmente a competição.

O presidente do CPB, Mizael Conrado, ressaltou a importância de organizar a competição em parceria com a CBDU. (A realização da segunda edição dos Jogos Paralímpicos Universitários é um motivo de muita celebração. Essa era uma dívida que nós do CPB tínhamos com o paradesportista universitário do Brasil. Felizmente, no ano passado, realizamos a primeira edição e, agora, com a parceria com a CBDU, quando conseguimos reunir um número importante de atletas universitários), observou Mizael Conrado.

A competição deste ano reúne 200 atletas de 20 estados e do Distrito Federal em disputas em seis modalidades: atletismo, bocha, judô, natação, parabadminton e tênis de mesa. As provas serão nesta sexta, 28, e sábado, 29, sempre das 8h às 18h.

A tarefa de declarar oficialmente abertos os Jogos Paralímpicos Universitários foi do governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, que valorizou a competição não apenas no âmbito esportivo, mas também no social. (Os Jogos Paralímpicos Universitários têm o importante papel de estímulo para os nossos estudantes e para a promoção do esporte no Brasil. Eu procuro sempre refletir sobre como o trabalho de vocês é importante para o Brasil, para melhorar a sociedade do país. Ele extrapola os limites do CT para ter o grande papel de fortalecer valores e princípios da sociedade), disse, antes de declarar aberta a disputa na competição.

Horários das competições
- Atletismo: 8h às 12h (28 e 29/7)
- Natação: 14h às 18h (28 e 29/7)
- Judô: 8h às 12h (28/7)
- Parabadminton: 8h às 12h / 14h às 18h (28 e 29/7)
- Bocha: 8h às 12h / 14h às 18h (28 e 29/7)
- Tênis de mesa: 8h às 12h (28 e 29/7)

Parceria CPB e Governo de São Paulo
O evento desta manhã também foi o marco de mais uma parceria do CPB com o governo paulista. Além do programa esportivo Time São Paulo, que beneficia 56 atletas, e nove atletas-guia de 10 modalidades com bolsas para que se concentrem apenas na prática esportiva, a entidade agora assinou um convênio para a Bolsa Eletrônica de Compras (BEC), que vai possibilitar ao CPB a aquisição de equipamentos por leilão eletrônico.

(Vamos oferecer agora ao CPB, nosso parceiro, também esta possibilidade de comprar com segurança e economia. Equipamentos, máquinas, artigos esportivos e tudo relacionado ao esporte paralímpico estará na BEC. Essa ferramenta possibilitará ao Comitê a fazer mais com os recursos que possui em benefício da sociedade), explicou Alckmin.

A secretária dos Direitos da Pessoa com Deficiência de São Paulo, Linamara Battistella, parabenizou ao CPB pela iniciativa. (Todos os serviços precisam ter esta transparência e a capacidade de fazer o máximo com os recursos que são disponíveis), acrescentou.

Centro de Treinamento Paralímpico
O CT, palco dos Jogos Universitários, também ganhou atenção na cerimônia. O local, que já foi utilizado para as principais competições nacionais do esporte paralímpico, recebeu os Jogos Parapan-Americanos de Jovens 2017 e serviu como centro de aclimatação da delegação brasileira que representou o país nos Jogos Paralímpicos Rio 2016, recebeu nesta manhã o selo de acessibilidade plena. A honraria reforça que o Centro está completamente adaptado e acessível a todos.

(Esse selo tem um significado muito importante que é de educação à sociedade sobre essa grande inovação. Está sendo construído aqui uma série de estratégias que significam a inclusão para todos), comemorou Linamara.

Gestão do CT
Geraldo Alckmin aproveitou a cerimônia para oficializar a abertura da chamada para cessão de uso do CT. Até o dia 31 de agosto, os interessados poderão enviar as propostas para gerir o Centro de Treinamento pelos próximos cinco anos, podendo ser prorrogado por mais cinco, caso comprovada a boa execução dos serviços. Atualmente o CT está sob gestão do CPB e a permissão de uso termina no dia 24 de outubro.

Data de Publicação: 28/07/2017

Fonte: Comitê Paralímpico Brasileiro