Bruna Alexandre sobe no ranking e é 2ª do mundo na Classe 10 do tênis de mesa


Bruna Alexandre é a segunda melhor atleta da Classe 10. No ranking de outubro, divulgado pela Federação Internacional de Para Tênis de Mesa (IPTTC, na sigla em inglês), a brasileira aparece atrás apenas da polonesa Natalia Partyka.

Bruna ganhou uma posição em relação à lista anterior, quando era a terceira colocada. No último mês, ela integrou a delegação brasileira que esteve no Pan-Americano olímpico e atuou ao lado de Bruna Takahashi e Lin Gui, conquistando a medalha de ouro por equipes. Esta competição, porém, não soma pontos no ranking do IPTTC.

Nos Jogos Paralímpicos Rio 2016, Bruna terminou com duas medalhas de bronze – no individual Classe 10 e por equipes Classes 6-10, ao lado de Danielle Rauen e Jennyfer Parinos. Neste ano, este mesmo trio sagrou-se campeão do Mundial de equipes, em maio.

Danielle Rauen e Jennyfer Parinos ocupam, respectivamente, a sétima e oitava colocação na Classe 9. Na Classe 4, Joyce Oliveira ocupa a nona colocação, enquanto Thais Severo está na 17ª posição da Classe 3. Já Catia Oliveira, está na quinta colocação na Classe 2.

No ranking masculino, Israel Stroh também ocupa a nona colocação da Classe 7, enquanto Paulo Salmin está na 17ª. Diego Moreira, por sua vez, está em 17º na Classe 9. Iranildo Espíndola e Guilherme Costa, medalhistas de bronze por equipes na Rio 2016, estão na 14ª e 16ª na Classe 2. Claudiomiro Segatto ocupa a 13ª posição da Classe 5.

Com informações da Confederação Brasileira de Tênis de Mesa (CBTM)

Data de Publicação: 13/10/2017

Fonte: Comitê Paralímpico Brasileiro