Entrevista com Gabriel Jannini atleta de parabadminton


Hoje vou falar de uma historia de muita motivação e superação, a do garoto Gabriel Jannini.Aos 3 anos ele sofreu um acidente de carro que o deixou paraplégico. Passou por muitas dificuldades até se adaptar a nova condição de vida.Para se ajudar mais ainda, o garoto Gabriel de 17 anos resolveu se “unir” ao esporte.Em 2008 começou a praticar badminton (um esporte parecido com o tênis,mas ao invés de bola utiliza peteca no lugar),o que era apenas brincadeira se tornou “algo mais”. Hoje Gabriel é atleta da seleção brasileira de parabadminton.

Acompanhe abaixo a entrevista feita excluisvamente para o Blog Esporte Net com o garoto Gabriel:

Fernanda Oliveira: Você ja chegou a praticar ou pratica outro esporte alem de badminton? Gabriel Jannini: Sim, já pratique um pouco de tênis e basquete. Mas agora só estou focado no badminton e na musculação.
FO:Como conheceu o badminton?
GJ: Conheci através de um clubinho de férias no meu clube, Sociedade Hípica de Campinas. Logo de cara já apaixonei, rs.
FO:Sempre pensou em jogar profissionalmente?
GJ: Sempre, desde o meu primeiro campeonato grande que foi o PanAmericano de Parabadminton em Curitiba, já vi que dava, mas não sabia que ia estar aonde estou agora.

FO:Voce ja imaginava que um dia voce representaria o Brasil?
GJ: Para campeonatos grandes fora do país, não. É um enorme um prazer fazer esse esporte que eu tanto amo representando meu amado Brasil.
FO:Quantos os titulos adquiridos jogando badminton?
GJ: tenho 27 títulos.
FO:Desde quando voce representa o Brasil?
GJ: Desde 2010.

FO:Acredito que nao foi facil chegar onde voce chegou.Conte para nos qual foi a sua maior dificuldade encontrada ate hoje?E o momento mais especial?
GJ: Minha maior dificuldade é a falta de ajuda financeira que não temos por ninguém, temos que correr atrás sozinhos e muitas vezes vamos por conta própria para campeonatos. É o amor ao esporte que nos motiva.
O momento mais especial eu acho que tiveram 2. O meu primeiro campeonato que foi Paulista e fiquei em segundo lugar. E o segundo foi o PanAmericano de Parabadminton na Guatemala esse ano, no qual conquistei 3 medalhas de ouro.
FO:Voce ainda é novo e com certeza tem muito o que conquistar,mais qual seria o seu maior sonho dentro do badminton?
GJ: Chegar à uma Paralímpiada e ajuda à todos os atletas, reconhecimento.
FO:Voce tem algum idolo no esporte?Qual?
GJ: Admiro bastante o Fernando Fernandes, o meu técnico Marcel Smouter da Holanda, e o jogador francês David Touppé de Parabadminton.
FO:O que voce diria para os paratletas que estao inciando alguma atividade esportiva?
GJ: Diria para nunca desistirem de seus sonhos. Irão ter vários obstáculos na vida do esporte, mas precisamos do amor ao esporte e fazer dele a nossa vida e inspiração.

FAN-PAGE :http://www.facebook.com/pages/Blog-Esporte-Net/324798730957009
TWITTER : https://twitter.com/BlogEsporteNet

Data de Publicação: 02/10/2017

Fonte: Blog Esporte Net